Arquivo do mês: outubro 2009

– Quero –

“Quero que todos os dias do ano, todos os dias da vida, de meia em meia hora, de 5 em 5 minutos, me digas: Eu te amo.
Ouvindo-te dizer: Eu te amo, creio, no momento, que sou amado. No momento anterior e no seguinte, como sabê-lo?
Quero que me repitas até a exaustão que me amas, que me amas, que me amas.
Do contrário evapora-se a amação, pois ao não dizer: Eu te amo, desmentes, apagas teu
amor por mim.
Exijo de ti o perene comunicado. Não exijo senão isto, isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amado por, e em tua palavra, nem sei de outra maneira a não ser esta de reconhecer o dom amoroso, a perfeita maneira de saber-se amado: amor na raiz da palavra e na sua emissão, amor saltando da língua nacional, amor feito som, vibração espacial.
No momento em que não me dizes: Eu te amo, inexoravelmente sei que deixaste de amar-me, que nunca me amastes antes.
Se não me disseres urgente repetido: Eu te amoamoamoamoamo, verdade fulminante que acabas de desentranhar, eu me precipito no caos, essa coleção de objetos de não-amor. “


(Carlos Drummond de Andrade)

Engraçado é que este verso lindo me lembra uma síntese sobre o
mesmo tema:

“Amar é temer perder. E todo drama de amor, se resume na desproporção entre a nossa infinita capacidade de amar e a capacidade finita do objeto amado em
dar…”

(Plínio Salgado)

5 Comentários

Arquivado em Pessoal

Performance divertida, essa..hehehe

Eu não poderia deixar de postar aqui este vídeo: Dan, numa drinkeria, cantando “Time” enquanto uma moça curte adoidado, com uma dança performática engraçadíssima! Uma “Danete” ele já arranjou :))
Desculpem pela péssima qualidade do vídeo e do audio, é que foi filmado de um celular e o lugar era bem escuro.

(Para escutar, desabilite a playlist no final da página com um “pause”)

3 Comentários

Arquivado em Pessoal

bored beyond belief…

As vezes sinto o tédio de muitas ostras a descascar…tédio que envolve contra o meu prazer.
Eu quero o lado escuro dos lugares e monumentos que empresto ao meu amor…isso me faz viver!
C.K.

Deixe um comentário

Arquivado em bailarina em cena, degas, verso

Inspiração & delicadeza…


Encontrei hoje esta magnífica pintura na galeria devianART, a qual sou fã de carteirinha! O pintor deste quadro “Rain Park Night“, chama-se Leonid Fremov. Ele é uma artista incrível, suas outras pinturas são igualmente lindas, vivas, cheias de cor e luz. Simplesmente adoro olhar para ele! E resolvi então escolher uma música que combinasse para que todos os que aqui vierem, possam apreciar e ter um minutinho de calma e relaxamento ao som de “Noturno” de Chopin!

Chopin – Noturne by cynthiakremer

 

5 Comentários

Arquivado em chopin, Leonid Fremov, noturno, Pintura, rain park night